Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

CYRIL E METHODIUS

CYRIL E METHODIUS
(826–869)
(815–885)

Dois irmãos que foram "apóstolos dos eslavos"
Bem cedo Cyril aceitou um convite para uma bolsa de estudo e recebeu instrução do patriarca Photius em Constantinopla. Cyril foi ordenado, entrou num monatério, e começou a ensinar filosofia em Constantinopla.

Quando foi enviado numa missão para a Criméia, sul da Rússia, levou consigo seu irmão Methodius. Embora aquela missão tenha resultado em algumas profissões ao Cristianismo, não deixou bases muito duráveis naquele tempo. Mais tarde, o Príncipe Ratislav, da Morávia, reagindo à infiltração política, cultural e religiosa ocidental, solicitou missionários de Constantinopla. Cyril e Methodius foram enviados.
Cyril criou um alfabeto, colocou a língua eslava sob forma escrita pela primeira vez e depois traduziu as Escrituras. Assim, seu trabalho envolveu tanto evangelização quanto instrução. Como resultado de conflito com o clero ocidental, os missionários foram chamados a Roma. O papa, no entanto, deu sua aprovação ao trabalho deles e tornou Cyril um bispo.
Cyril morreu logo depois e foi enterrado em Roma. O Príncipe de Pannonia (norte da Iugoslávia) então buscava a ajuda de Methodius, que deixara Roma e se tornou arcebispo de Sirmium (próximo à moderna Belgrado).

De lá seu trabalho se espalhou para outras regiões, incluindo a Boêmia, novamente com a oposição do clero ocidental - embora seus esforços tenham sido aceitos pelo papa e pelo povo. Assim, Cyril e Methodius estabeleceram as bases da igreja na Europa Eslava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário