Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

DARBY, JOHN NELSON

DARBY, JOHN NELSON
(1800-1882)


Distinto líder entre a Irmandade de Plymouth. Tradutor da Bíblia e Comentarista
Nascido em uma proeminente família Anglo-Irlandesa, Darby recebeu sua educação inicial na Escola Westminster em Londres. Com quinze anos sua família se mudou para um antigo castelo na Irlanda. Darby então ingressou na Escola Superior Trinity, Dublin, onde se graduou como Medalista de Ouro Clássico em 1819. Ele então estudou leis e em 1822 foi chamado para a Chancelaria Irlandesa. Através do seu ardente estudo da Bíblia, o jovem Darbe conheceu a Cristo e sentiu que sua na área legal deveria ser renunciada para devotar-se completamente a obra de Deus.


O principal objeto do seu serviço era os católicos pobres da Irlanda. Designado a uma jurisdição civil nas montanhas de Wicklow, ele viveu como um camponês em uma área pantanosa. Ele demonstrou grande disposição no serviço pastoral, raramente retornando para casa antes da meia-noite. Ele permaneceu em seu posto durante dois anos e tres meses depois dos quais, perturbado com a grande discrpância entre a igreja de seus dias e o que ele lia na Bíblia, ele abdicou da sua posição paroquial em 1827.


Darby sentiu que a igreja era independente do estado e que o ministério era proveniente dos dons dados pelo Espírito Santo, não pela ordenação sacerdotal dado por um homem. Reuniões proféticas aconteciam na mansão da Condessa de Powerscourt próximo a Bray, e foi nesse local que John Bellet introduziu Darby a Anhotny Groves e John Parnell (mais tarde Lorde Congleton). Esses homens, independentes um do outro, tinham sido exercitados na condição daquela igreja na época.
Eles tinham o desejo comum de retornar às Escrituras para detalhes da ordem da igreja e ter o ministério como um catalizador para um avivamento do funcionamento dos crentes membros do corpo de Cristo. Outros principais tas como Edward Cronin, Edward Wilson, Francis Hutchinson, e William Stokes, todos exerceram papéis centrais no começo do seu trabalho.
Uma reunião em Dublin em 1828, foi o início do movimento.


Foi na casa de Hutchinson onde Darby encontrou outros irmãos no Dia do Senhor (em um Sábado) para ter comunhão e juntos, compartilharem do pão. A reunião foi baseada em Mateus 18.20, o qual promete que onde dois ou três se reunirem em nome do Senhor, o Senhor também está presente. Para partilhar da Ceia do Senhor um só tinha que ser um Cristão, não um membro de uma denominação. Adicionalmente, um clérigo não era necessário para administrar o pão e o vinho uma vez que soment um era oseu Mestre, Pai e Líder, e todos eles eram irmãos (Mateus 23.8-10), daí o termo Irmandade ou Irmãos. Os dons dos crentes eram para serem praticados não de acordo com uma organização humana mas de acordo com a direção dadao pelo Espírito Santo com descrito e 1 Coríntios 14. Em 1828, darby publicou um panfleto entitulado A "Natureza e Unidade da Igreja de Cristo" no qual embasava as crenças e práticas do desenvolvimento Cristão da comunidade. Este trabalho se espalhou rapidamente e incandeceu movimentos similares fora da Irlanda.


Darby deixou um amplo legado teológico e trabalhos de devocionais. Seus sumários da Bíblia em trinta e quatro volumes dos Trabalhos Coletados de J.N. Darby, e três volumes de cartas que representam sua visão teológica e trabalhos pessoais. Ele traduziu a Bíblia do original para o Inglês, Francês e Alemão. Ele escreveu textos contra Oxford e os movimentos modernistas. Ele tambem escreveu profundos hinos ricos em conteúdo espiritual bem como, poesias que mostravam a sua profunda afeição por Cristo.


Darby, juntamente com outros mestres da irmandade, fundamentaram o que se tem provado ser as bases do pensamento teológico em muitos movimentos e cículos evangélicos de hoje. Darby balanceou seu trabalho literário com suas visitações pastorais e viagens missionárias. Ele viajou o mundo até os seus oitenta anos, ensinando a Bíbliaeconrajando o sacerdócio de todos os crentes, pregando o retorno da adoração e o serviço Cristão à simplicidade das Escrituras. Darby morreu, nunca tendo se casado, em Bournemouth, Inglaterra, declarando que Cristo tinha sido o centro de sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário