Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

EGITO


EGITO


VISÃO GERAL

Localizado no norte da África, o Egito tem uma longa história que vem de vários séculos antes de Cristo. Muitos eventos bíblicos ocorreram no Egito ou em sua vizinhança. Aqui estão alguns deles:
1. Abraão viveu lá durante a fome (Gênesis 12:10)
2. José foi vendido para os egípcios e toda a sua família se juntou a ele lá depois que se tornou um líder egípcio (Gênesis 37-50).
3. Os hebreus foram escravizados lá depois da morte de José (Êxodo 1: 6-11).
4. Moisés nasceu e cresceu no Egito (Êxodo 2:1-10).
5. Deus tirou os hebreus do Egito para a Terra Prometida (Êxodo 12:31-42).
6. O profeta Jeremias foi para o Egito com um grupo de israelitas depois que Jerusalém foi destruída (Jeremias 43:7).
7. O Velho Testamento foi traduzido para o grego em Alexandria, uma cidade egípcia.
8. Maria e José fugiram para lá a fim de proteger o menino Jesus (Mateus 2:14).

GEOGRAFIA E RECURSOS NATURAIS

O Egito como nação cresceu em torno do Rio Nilo. Heródoto, antigo historiador, chamou o Egito de "o presente do Nilo". Embora as fronteiras do país tenham se alterado durante sua história, sempre incluíram o vale do Rio Nilo e seu delta. O Rio Nilo abastece o Egito como sua única fonte de água fresca. Com exceção das terras que o circundam, todo o restante é deserto. Não chove com regularidade. (A média de ocorrência de chuvas fica entre 20 e menos que 2,54cm por ano!) O Nilo fornece água para irrigação das lavouras e as frequentes enchentes fertilizam o solo em toda a extensão de suas margens pelos sedimentos que ali se depositam. Seu vale, circundado por penhascos de ambos os lados, é longo e estreito. Seu trecho mais largo mede 16km; no mais estreito tem somente 1,6km. Dentro daquelas encostas está o solo fértil usado para a agricultura.

RECURSOS

O recurso natural mais importante do Egito era o rico solo ao longo do Nilo. Nele os antigos fazendeiros semeavam grãos como cevada, EMMER e trigo. Cebola, alho-poró, feijão e lentilha eram vegetais comuns. Tâmaras, figos e uvas, as frutas mais produzidas. O óleo vinha da mamona e do gergelim em vez da oliveira, como em outras terras da região do Mediterrâneo. O linho era cultivado para fabricação de tecido. Rebanhos de animais domesticados incluíam bois, ovelhas, cabras, porcos, burros e cavalos.

Um outro recurso importante era o abundante suprimento de pedras do Egito. Montanhas de granito se elevam entre o Nilo e o Mar Vermelho e minas de alabastro e outras pedras preciosas são encontradas na mesma região. Ao sul de ASWAN ficam as montanhas de granito da Núbia. As pedreiras de SYENE em ASWAN são famosas pelo seu granito vermelho extremamente duro e resistente. O ouro era razoavelmente farto nas montanhas da Núbia e veios de quartzo de ouro foram encontrados nas montanhas a leste do Nilo. Os egípcios controlaram as minas de cobre e de turquesa do Sinai durante muito tempo da sua história. Em tempos remotos encontrava-se em Núbia madeira para a construção de barcaças que transportavam os grandes blocos de pedra para a construção de pirâmides, templos e outras estruturas magníficas.

O Nilo podia ser percorrido em qualquer tempo. Podia-se navegar para o norte com a correnteza fraca e velejar para o sul contra ela por meio dos ventos dominantes do norte. O Nilo era na verdade a principal estrada do antigo Egito. As estradas de terra normalmente conduziam o tráfego somente até a margem do rio. Além do intenso comércio norte-sul, barcas se movimentavam regularmente de costa a costa.
Ao longo do rio cresciam caniços de papiro dos quais se fazia papel para escrita. A cerâmica era feita do barro depositado ao longo do Nilo e os pobres o usavam para fabricar tijolos secos ao sol para construir suas casas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário