Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 11 de fevereiro de 2012

FALAR EM LÍNGUAS

FALAR EM LÍNGUAS


1) Em Pentecostes, dom do Espírito Santo que permitiu a todos os apóstolos falarem em outras línguas (idiomas), sendo entendidos por pessoas de diferentes países (At 2.3-13).

2) Em Cesaréia (At 10.46), em Éfeso (At 19.6) e em Corinto (1Co 12—14), dom do Espírito Santo pelo qual o crente, em ÊXTASE, diz palavras que ninguém entende (1Co 14.2,6-19). Em 1Co Paulo regulamentou da seguinte forma a maneira de se usar esse dom:

a) Não é para todos, mas para alguns, por concessão do Espírito (12.8-11,29-30).

b) Deve ser para a edificação de todos (14.26).

c) Em cada culto podem falar somente dois ou três, um depois do outro (14.27).

d) Deve haver intérprete; se não houver, não se fala em línguas (ALTO PARA NÃO ATRAPALHAR O ANDAMENTO DO CULTO, DEUS É ORDEIRO E, JÁ ESTÁ FALANDO PELA PALAVRA. CABE AO PASTOR TER DE DEUS DISCERNIMENTO PARA SABER)  (14.27-28).

e) Deve haver ordem no culto (14.23,33,40).

Nenhum comentário:

Postar um comentário